Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Comunicação

Projeto de Pauta Conjunta trata dos Quilombolas

Projeto de Pauta Conjunta trata dos Quilombolas

Signis Brasil, com o projeto pautas conjuntas, disponibiliza este mês de novembro, mais uma matéria multimídia, para impressos, revistas, jornais, televisão e Rádio. O presidente da SIGNIS Brasil, João Carlos Romanini, explica que o projeto Pautas Conjuntas, é uma iniciativa das mídias associadas, que desenvolvem matérias jornalísticas e abordam temas com o olhar da fé inspiradas na Laudato Sí, e do cuidado da casa comum. O projeto  da pauta Quilombolas , foi coordenado pela equipe de jornalismo da Rede Aparecida de Comunicação, que viajou para Bom Jesus da Lapa (BA), Eldorado (SP), na região do Vale do Ribeira e São Bento do Sapucaí (SP) a fim de retratar a realidade das comunidades quilombolas remanescentes. As comunidades foram visitadas pelos repórteres da Rádio e TV Aparecida, Jornal Santuário e Portal A12, associados a signis Brasil, A reportagem especial, disponibilizada para os veículos de imprensa associados a Signis Brasil, mostra, entre outras questões, a luta sobre o espaço territorial dos quilombos, o acesso à educação, aspectos culturais e a presença da Igreja. A reportagem envolveu uma equipe de jornalistas, designs, produtores de arte teve a produção de  Eduardo Gois (Portal A12), Leandro Sena (Tv Aparecida),  André Somensari (Jornal Santuário), José Eduardo (Rádio Aparecida).  Com  Design e Arte: Marieli Borges (Portal A12), a produção de Felipe Melo (Tv Aparecida). Fotografia de  Eduardo Gois, Felipe Melo, André Somensari. Repórter Cinematográfico Fernando Marinho (Tv Aparecida) Entenda mais sobre essa realidade social do Brasil, ouvindo a reportagem especial que será apresentada para emissoras da Rede Católica de Rádio - RCR, no Jornal Brasil Hoje, que vai ao ar às 7h, a partir de 20 de novembro, Dia da Consciência Negra. As TVs Católicas, também veicularão o material produzido pela TV Aparecida, que será exibido em dias diferentes, por cada emissora. Impressos, como revistas jornais e portais disponibilizarão nas edições de novembro. Os leitores encontrarão, infográficos exclusivos que reúnem depoimentos, fotos, áudios e vídeos especiais. A signis Brasil desenvolveu em projetos anteriores, matérias especiais como  O surgimento da Repam – Rede Eclesial Pan amazônica, Bento - Mariana Um Ano Depois, realidades do tráfico humano na Amazônia, são algumas das pautas já elaboradas pela Signis Brasil.  
Desligamento de sinal analógico de TV é adiado em Belo Horizonte (MG)

Desligamento de sinal analógico de TV é adiado em Belo Horizonte (MG)

O Grupo de Implantação da TV Digital (GIRED) decidiu na terça-feira, dia 07, fazer proposta ao Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, para que o sinal analógico de TV em Belo Horizonte seja adiado para dia 22 de novembro. Isso porque constatou-se que faltava 0,7 ponto percentual para a meta de 90% de domicílios com sinal digital – condição necessária para o desligamento.   O grupo também resolveu antecipar de 28/11/2018 para 14/08/2018 a data de desligamento do sinal analógico nas capitais da região Norte do país: Boa Vista (RR), Macapá (AP), Palmas (TO), Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC). A intenção é evitar que ele coincida com o período eleitoral no Brasil.   A pesquisa do Ibope registrou que aproximadamente 10% das residências em Belo Horizonte ainda utilizam sinal analógico. A pesquisa foi aplicada na cidade e em 38 cidades do entorno entre os dias 24/10 e 04/11. A amostra de BH incluiu 1.078 entrevistas, sendo que no entorno foram realizadas 1.526 entrevistas.   A digitalização da TV aberta proporcionará melhor qualidade de som e imagem, além de outras vantagens, como a interatividade. Com o desligamento do sinal, a faixa de 700 MHz será liberada, ela é hoje ocupada por canais de TV aberta em tecnologia analógica. Essa radiofrequência será utilizada para ampliar a disponibilidade do serviço de telefonia e internet de quarta geração - com maior velocidade no país.   O sinal será desligado nos seguintes municípios de Minas Gerais: Araçaí, Baldim, Betim, Brumadinho, Cachoeira da Prata, Caeté, Capim Branco, Confins, Contagem, Esmeraldas, Florestal, Fortuna de Minas, Funilândia, Ibirité, Igarapé, Inhaúma, Itaúna, Jequitibá, Juatuba, Lagoa Santa, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Pedro Leopoldo, Prudente de Morais, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Sabará, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, São José da Varginha, Sarzedo, Sete Lagoas, Taquaraçu de Minas e Vespasiano.   A previsão do GIRED é que o próximo desligamento aconteça no interior de São Paulo, nas cidades de Campinas, Franca, Ribeirão Preto, Santos e Vale do Paraíba no dia 29/11 e, em 2018, o desligamento será realizado na região Sul (Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre), no dia 31 de janeiro.     Signis Brasil/Telesíntese