"Escolhi como tema para o Dia da Comunicação 2018: 'A verdade vos tornará livres. Notícias falsas e jornalismo de paz'  - anunciou o Papa Francisco, através da sua conta no twitter, no dia 29 de Setembro, solenidade dos Arcanjos Miguel, Rafael e  Gabriel, este último, Padroeiro das Comunicações Sociais. Numa nota, a Secretaria do Vaticano para as Comunicações explica que o tema diz respeito às notícias falsas ou “fake news”, isto é as informações infundadas que  geram e alimentam, muitas vezes, uma forte polarização de opiniões. Trata-se – sublinha – duma distorção dos factos com possíveis repercussões no plano dos comportamentos individuais e colectivos. Numa altura em que as empresas de referência para as redes sociais, o mundo das instituições e da política estão a enfrentar este fenômeno, a Igreja quer também dar o seu contributo para a reflexão sobre as causas, as lógicas e as consequências da desinformação nos meios, ajudando a promover um jornalismo profissional que procure a verdade e, consequentemente, um jornalismo de paz que promova a compreensão entre as pessoas.

O Dia Mundial das Comunicações Sociais, o único estabelecido pelo Concílio Vaticano II com o Decreto “Inter Mirifca” (Entre as Maravilhas) é celebrado em muitos países do mundo, sob recomendação dos bispos, no domingo que precede o Pentecostes. Em 2018 será no dia 13 de Maio. A mensagem do Papa para esse Dia é geralmente publicado por ocasião da festa de São Francisco de Sales, Padroeiro dos Jornalistas, a 24 de Janeiro.

(Textos do Portal Pt.radiovaticana.va)