O auditório do Centro de Eventos onde acontece a 56ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) foi equipado com oito urnas eletrônicas. A finalidade é a escolha dos bispos titulares e suplentes para representar o episcopado brasileiro na Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos que acontecerá de 03 a 28 de outubro de 2018.

Serão escolhidos quatro titulares e dois suplentes e os bispos terão auxílio de um Manual de Votação contendo as indicações e apresentação dos candidatos.

A eleição é secreta e os titulares e suplentes serão considerados eleitos obtendo a maioria absoluta nos dois escrutínios que serão realizados após a votação.

Os nomes dos eleitos só poderão tornar-se de domínio público após a ratificação da eleição por parte do Papa Francisco.

 

SignisBrasil/CNBB

Foto: Assessoria de Imprensa da CNBB